sexta-feira, 3 de agosto de 2012

Posso todas as coisas naquele que me fortalece... Posso mesmo ?


Esse é o famoso slogan de campanhas, frase tema de diversos grupos de jovens, entre outras mil e uma utilidades que esse texto recebe hoje em dia, mas... você já parou para meditar nele e entender o que Paulo estava querendo dizer quando escreveu isso?
Primeiramente vamos contextualizar. Foi mais ou menos assim: Paulo foi preso, espancado, colocado num navio que, “por coincidência”, naufragou, até que finalmente chegou a Roma, estando ainda preso, e aí escreveu uma carta ao cristão que vivem em Filipos. Só que nessa carta Paulo fala aos filipenses sobre o quão feliz ele estava. O que encontramos na carta é felicidade, alegria, felicidade e mais felicidade.
Consegue imaginar essa situação? Pois é, estava tudo desse jeito (para entender melhor leia Filipenses). E aí, quase concluindo a carta vem a nossa grande e ilustre frase:
“Posso todas as coisas naquele que me fortalece.” (Fp 4.13, Almeida RC)
O problema não é a frase, mas sim que nós nos esquecemos do que vem antes dela, do contexto... e aí entendemos o que bem queremos com essa frase (coisas que posso ter, atitudes que posso tomar, etc.).
Antes de Paulo nos falar isso, ele diz o quão alegre ele está com os filipenses, por eles terem mostrado o cuidado no Senhor para com Paulo e explica que não fala isso pela necessidade:
“Digo isto, não por causa da pobreza, porque aprendi a viver contente em toda e qualquer situação. Tanto sei estar humilhado como também ser honrado; de tudo e em todas as circunstâncias, já tenho experiência, tanto de fartura como de escassez...” (Fp 4.11 e 12, ARA)
E aí ele completa, dizendo “posso todas as coisas naquele que me fortalece”. Você consegue entender o quão profundo é essa frase? E o quão diferente do sentido que vemos ser usada?
O apóstolo Paulo queria dizer o quão feliz ele é em Cristo e que isso não depende da situação ao redor e o quanto Cristo o fazia capaz de passar por qualquer coisa, seja ela boa ou ruim. Esse sim deve ser o nosso jargão, uma declaração de que Cristo faz nossa vida feliz, independente de tudo ao redor, e que Ele nos capacita a viver e não uma declaração vã de poder.
Meu sincero desejo é que eu e você, dia após dia, venhamos a aprender de Deus a “poder todas as coisas” em Cristo Jesus. Paz, amados!

Gabriel Pereira

Nenhum comentário:

Postar um comentário

O que você achou? Comente!!!!

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...